Dia de Vacina ( e os mitos da vacinação)

vacina-bebe

Hoje meu pequeno Otávio faz 5 meses, e mais uma vez o dia de “mesversário” é DIA DE VACINA!

 

Apesar de ser pediatra e de saber de todos os benefícios da vacinação, dá uma dózinha e um aperto no coração ver ele chorando com a picadinha. Fico com o coração partido, mas não deixo de dar e nem mesmo atrasar!

 

O Brasil possui um dos melhores programas de vacinação do mundo. Quase todas as vacinas que a sociedade brasileira de pediatria recomenda são dadas de graça pelo governo. Mas nem sempre foi assim, esta é uma conquista que devemos sempre lembrar, agradecer (não quero enaltecer nenhum governo, e sim o programa!) e usufruir.

 

Algumas pessoas se recusam a vacinar seus filhos tendo como argumento alguns mitos, que elas nem sabem bem ao certo de onde saíram. O grande mito da vez é o de que a vacinação está relacionada ao autismo. Pessoal, esta afirmação saiu de um artigo antigo, que foi super mal feito, tanto que o autor deste estudo teve que fazer um pedido de desculpas e se retratar, dizendo que a conclusão estava errada. Por isso, tomem muito cuidado e sejam muito críticas ao lerem ou ouvirem estas coisas. Conversem sempre com o seu pediatra quando tiverem dúvidas. E pensem, sempre, que não há interesse público nenhum em fazer mal ao seu filho, se as evidências científicas apontassem qualquer chance de a vacina ser maléfica ela não seria dada. Na montagem do PIN (Programa nacional de imunização) e do calendário vacinal da Sociedade Brasileira de Pediatria (sbp) estão envolvidos grandes, e responsáveis, médicos e pesquisadores.

 

Portanto mamães não deixem de vacinar seus filhos. Graças a esta política de saúde pública que hoje temos muitas doenças erradicadas em nosso país!

 

Para quem quiser compara as vacinas recomendadas pela SBP e as fornecidas de graça pelo Ministério da Saúde, seguem os dois calendários.

 

1- calendário da SBP

Captura de Tela 2014-11-18 às 13.53.40

 

2- Esquema de vacinação do Ministério da Saúde.

vacinas2