Balões de gás: Cuidados em caso de explosão

Evento social

 

Mamães, hoje falaremos sobre um assunto que está sendo muito divulgado e é de extrema importância!

Um vídeo que circula pelas redes sociais preocupou milhares de mães no Brasil nesta semana. Nele, um menino brinca com um balão metálico, aquele que fica sempre no alto, composto por gás hélio, sucesso entre as crianças e que encontramos em vários lugares. Mas, de repente, o balão explodiu e causou queimaduras nas pernas do garoto.

Devem estar todas em pânico após este vídeo não é? Pois bem, vamos explicar os fatos. Originalmente estes balões são feitos de gás hélio, que é mais leve que o ar, mas MUITO caro!

O gás hélio não é inflamável e não causaria a explosão que vocês viram no vídeo que tem circulado nas redes sociais. Provavelmente, o balão escolhido pelo menino continha uma mistura de gases, isso é comum entre os ambulantes, para baratear o preço e aumentar o lucro deles.

O gás hélio e o hidrogênio são mais leves que o ar, por isso, consegue manter esses balões suspensos, mas o gás hidrogênio é altamente inflamável e reagente, diferente do hélio que é seguro.

 

Mas como proteger nossos pequenos?

 

– Prestar atenção no selo do balão. Normalmente, os balões regulamentados contam com uma etiqueta com todas as especificações técnicas e informações sobre as empresas que fornecem. Além disso, desconfie de preços muito baratos, no Brasil existem poucas empresas que fornecem gás hélio de confiança;

– Em caso de explosão não passar nada no local afetado, como manteigas, pastas de dentes e outras receitas caseiras; Lave com água fria e corrente apenas.

– No caso de incêndio nas roupas, coloque a criança no chão e a cubra com pano molhado, levando imediatamente ao hospital;

– Jamais estoure as bolhas para evitar infecções mais graves;

– Em caso de inalação ou ingestação da substância, leve imediatamente ao pronto socorro. Lave o rosto e a boca com água fria, mantendo a criança em jejum e não induza o vômito até ser examidada por um especialista.

 

Essas dicas são fundamentais para ampararmos nossos maiores tesouros.

Até a próxima com boas notícias!